segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

craviola

Craviola - é um instrumento musical de 12 cordas, projetado pelo compositor brasileiro Paulinho Nogueira e construído pela Giannini. Possui o formato parecido com o do violão e em sua sonoridade tem um toque do instrumento cravomisturado com viola, característica que deu origem ao nome.


http://www.4shared.com/zip/P-fwki45/Paulinho_Nogueira_Moda_de_crav.htm

sábado, 15 de outubro de 2011

El guitarrón

                 O baixo mexicana é um instrumento musical inventado no México corda no século XIX para jogar a seção de notas menores no mariachi. Lembrado por sua forma e as cordas da guitarra, mas é lidar com grandes, largas e proporcionalmente curto. Use seis cordas, que são de um tom diferente do que a guitarra, e é jogado com dois deles de uma vez para dar mais força e volume ao som. Isto faz com que tenham uma única oitava. Comum o ajuste Sol Do Re Mi O La.1
                  A afinação das cordas é uma quinta abaixo as notas da guitarra. Por exemplo:
                 A primeira corda da guitarra é normalmente sintonizado na nota mim. Na guitarra, está sintonizado na nota. A segunda corda da guitarra é geralmente na própria nota, na guitarra baixo na nota será de mim. E assim por diante com os restantes 4 cordas.
                 O baixo foi inventado em substituição da harpa, encomendado nos tempos antigos para fornecer as notas mais baixas no grupo musical, que não permitia a harpa mariachi (o intérprete de harpa em uma banda de mariachi) mover-se entre o público e poderia fazer a outros membros da banda para dar mais versatilidade ao grupo.

 Descupem mais não encontrei nenhuma apostila sobre este instrumento.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Classicismo

Classicismo(Pré- clássico - Rococó). Pode ser dito também de música clássica, obras que são bem familiares e conhecidas, ao ponto de serem assoviadas pelas pessoas, algo mais popular assim como a literatura. Seus adeptos consideram que é feita para durar muito tempo e resistir a moda e tendências. Em geral exige uma atitude contemplativa e uma audição concentrada. Alguns consideram que seja uma forma de música superior a todas as outras e que seja a real arte musical. Porém, deve também ser lembrado que mesmo os compositores eruditos várias vezes utilizaram melodias folclóricas (determinada região) para que em cima dela fossem compostas

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Música popular

Música popular é qualquer gênero musical acessível ao público em geral. Distingue-se da música folclórica por ser escrita e comercializada como uma comodidade, sendo a evolução natural da música folclórica, que seria a música de um povo transmitida ao longo das gerações. Como o nome mesmo já diz, é a música do povo, oposta à chamada "música erudita" por ter o foco no intérprete e na performance numa determinada camada social.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Tecnica Vocal

      Canto coral é o nome dado ao conjunto de atividades ligadas a um coro ou a uma capela       Ainda que afeito à música, o canto coral vai além das questões musicais e converte-se numa atividade que envolve a sociologia, a psicologia, a antropologia, a fonoaudiologia e outras ciências afins.

      Ninguém pode afirmar com exatidão quando o canto coral teve início.
      O que se tem são registros que nos fazem supor a sua antiguidade. Um dos mais antigos se encontra na Caverna de Cogul na Espanha, datando do período neolítico. Essa imagem nos faz crer que existia canto e dança coletivos já na pré-história e ainda que de maneira muito rudimentar o canto coral estava presente. Os primeiros coros aparecem na Europa por volta do ano 1000 nos mosteiros e comunidades religiosas, numa herança do culto judaico, acredita-se porém, que no Séc. I os cristãos em Roma já cantavam em coro. Na Grécia Antiga se faz referência a um coro, ligado ao teatro grego.
   Com o desenvolvimento da linguagem musical, no século X, se tem registro em escrita neumática que sugere o canto coletivo. No séc XII surgem os primeiros registros específicos de música feita para coro. Na atualidade o canto coral é amplamente difundido e é praticado em universidades, escolas, igrejas, associações, clubes e empresas, além de grupos independentes que realizam um trabalho de grande aceitação.

Minha dica de apostila
http://www.4shared.com/document/zsdwPiQi/3302936-apostila-de-tecnica-vo.htm

Violão

       A guitarra clássica, (no Brasil conhecido como violão e em Portugal como viola), é uma guitarra acústica com cordas de nylon ou aço, concebida inicialmente para a interpretação de peças de música erudita. O corpo é oco e feito de várias madeiras diferentes. O braço possui trastes que a tornam um instrumento temperado. As versões mais comuns possuem seis cordas de nylon, mas há violões com outras configurações, como o violão de sete cordas e o violão baixo, com 4 cordas, afinadas uma oitava abaixo das 4 cordas mais graves do violão.

Minha dica de Download

Teclado

     O teclado é um instrumento musical eletrônico, temperado, no qual se executam melodias e notas, formando uma harmonia. É composto por um conjunto de teclas adjacentes pretas e brancas, que quando pressionadas produzem os sons
     O número de teclas pretas e brancas nos teclados atuais podem variar de acordo com o fabricante. Por padrão, os teclados arranjadores da Yamaha vem com 61 teclas, (36 brancas e 25 pretas). Já os da marca Casio vem com numeração diferente: 59 teclas (34 brancas e 25 pretas).


Minha dica de Download
http://www.4shared.com/file/VrGFvmGe/Apostila_de_Teclado.htm

Apostila de Bateria

A bateria é um conjunto de tambores (de diversos tamanhos e timbres) e de pratos colocados de forma conveniente com a intenção de serem percurtidos por um único músico, denominado baterista, geralmente, com o auxílio de um par de baquetas, vassourinhas ou bilros, embora no caso de alguns executantes, possam também ser usadas as próprias mãos.

Minha dica de downloads
http://www.4shared.com/document/izSRZo8L/Apostila_De_Bateria.html


http://www.4shared.com/document/8uFx_rkB/Apostila_1_Bateria_Escola_de_M.html

Apostilas de Guitarra

 A guitarra elétrica (AO 1945: eléctrica) (também chamada apenas de guitarra) é um instrumento musical pertencente à família das guitarras, cujo som é sempre amplificado eletronicamente. É um Instrumento de cordas (ou cordofone), ou seja, o som é produzido manualmente pela vibração das cordas como no violão, porém é transformado em sinal elétrico devido a ação de captadores magnéticos (na maioria dos modelos).

Os sinais elétricos podem ser simplesmente amplificados e emitidos por um alto-falante que converte os sinais elétricos em ondas sonoras, ou pode ser modificado antes de ser novamente convertido em som pelo alto-falante.
Por sua potência sonora e pela possibilidade de alteração eletrônica de diversas características de seu timbre, as guitarras elétricas são utilizadas principalmente no rock, música pop, blues e jazz, podendo ser encontradas ainda em outros gêneros musicais.

Minha dica de apostila
http://www.4shared.com/document/x9MMyqIe/Blog_-_Apostila_de_Teoria_Musi.htm


Kiko Loureiro


http://www.youtube.com/watch?v=BsAtm0dPEx8


AFINADOR:
http://www.audioware.com.br/download-96-digital-guitar-tuner.html

Boas dicas
Bons estudos

terça-feira, 14 de junho de 2011

A história da música

A história da música é o estudo das origens e evolução da música ao longo do tempo. Como disciplina histórica insere-se na história da arte e no estudo da evolução cultural dos povos. Como disciplina musical, normalmente é uma divisão da musicologia e da teoria musical. Seu estudo, como qualquer área da história é trabalho dos historiadores, porém também é frequentemente realizado pelos musicólogos.
Este termo está popularmente associado à história da música erudita ocidental e frequentemente afirma-se que a história da música se origina na música da Grécia antiga e se desenvolve através de movimentos artísticos associados às grandes eras artísticas de tradição europeia (como a era medieval, renascimento, barroco, classicismo, etc.). Este conceito, no entanto é equivocado, pois essa é apenas a história da música no ocidente. A disciplina, no entanto, estuda o desenvolvimento da música em todas as épocas e civilizações, pois a música é um fenômeno que perpassa toda a humanidade, em todo o globo, desde a pré-história.
Em 1957 Marius Schneider escreveu: “Até poucas décadas atrás o termo ‘história da música’ significava meramente a história da música erudita europeia. Foi apenas gradualmente que o escopo da música foi estendido para incluir a fundação indispensável da música não europeia e finalmente da música pré-histórica."
Há, portanto, tantas histórias da música quanto há culturas no mundo e todas as suas vertentes têm desdobramentos e subdivisões. Podemos assim falar da história da música do ocidente, mas também podemos desdobrá-la na história da música erudita do ocidente, história da música popular do ocidente, história da música do Brasil, História do samba, história do fado e assim sucessivamente.

A origem

A música (do grego μουσική τέχνη - musiké téchne, a arte das musas) é uma forma de arte que se constitui basicamente em combinar sons e silêncio seguindo, ou não, uma pré-organização ao longo do tempo.
É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Atualmente não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte, considerada por muitos como sua principal função.
A criação, a performance, o significado e até mesmo a definição de música variam de acordo com a cultura e o contexto social. A música vai desde composições fortemente organizadas (e a sua recriação na performance), música improvisada até formas aleatórias. A musica pode ser dividida em gêneros e subgêneros, contudo as linhas divisórias e as relações entre géneros musicais são muitas vezes sutis, algumas vezes abertas à interpretação individual e ocasionalmente controversas. Dentro das "artes", a música pode ser classificada como uma arte de representação, uma arte sublime, uma arte de espectáculo.
Para indivíduos de muitas culturas, a música está extremamente ligada à sua vida. A música expandiu-se ao longo dos anos, e atualmente se encontra em diversas utilidades não só como arte, mas também como a militar, educacional ou terapêutica (musicoterapia). Além disso, tem presença central em diversas atividades coletivas, como os rituais religiosos, festas e funerais.
Há evidências de que a música é conhecida e praticada desde a pré-história. Provavelmente a observação dos sons da natureza tenha despertado no homem, através do sentido auditivo, a necessidade ou vontade de uma atividade que se baseasse na organização de sons. Embora nenhum critério científico permita estabelecer seu desenvolvimento de forma precisa, a história da música confunde-se, com a própria história do desenvolvimento da inteligência e da cultura humana.